Home A Federação Transparência Estatuto A ASUGOV Localização Contato
 
 
 
14/09/2016 - Oficina Libras Voz
 Oficina Avançada de 08 a 12 de Outubro  
 
De acordo com o Censo de 2010 do IBGE ,no Brasil temos mais de 9,7 milhões de Surdos que precisam incluir-se na sociedade como cidadãos de fato. Ainda  contamos  com um  número insuficiente de professores , técnicos e TILS  para atender a essa demanda tão grande e urgente.
  Traduzir da LIBRAS para VOZ ( verbalização ou vocalização) é, seguramente, o maior desafio para os TILS. São muitos os conhecimentos, domínios, necessários para que aconteça uma boa, coerente e assertiva tradução oral. Produzir sinais (no geral) é muito mais fácil que ler sinais, até mesmo porque nós (ouvintes) temos o hábito de ouvir uma língua e não de vê-la.
       Os Surdos estão em situação acrítica durante o processo de tradução do TILS e seus discursos ficam totalmente à mercê da qualidade dessa tradução oral. A tradução oral será forte determinante para a interação (ou não) com o público, bem como sobre a visão que  eles terão desse indivíduo que está sendo traduzido.
       Atualmente os Surdos tem protagonizado cada vez mais sua própria história e a demanda por bons intérpretes-tradutores tem crescido consideravelmente. Como sujeitos de sua própria história, os Surdos tem sido frequentemente presentes como palestrantes em congressos (de Surdos ou não), conferências, escolas, empresas e em muitos eventos governamentais, municipais e sociais, etc., e os ouvintes tradutores tem sido muito requisitados e, consequentemente, responsáveis pela qualidade e fidelidade ao discurso das pessoas Surdas. Além disso se tornam    co-autores  para eliminar as barreiras de comunicação, entender com profundidade seus discursos  e romper paradigmas sociais sobre quem são e o que pensam  esses cidadãos Surdos.
       Mais do que apoio técnico (oralidade, letramento, bilinguismo, inclusão, protetização, etc.) que os Surdos têm recebido da comunidade ouvinte durante anos, eles tem solicitado, mais e mais, apoio humano através de tradutores-intérpretes que, literalmente, tem atuado como porta-vozes de suas falas e/ou embaixadores orais de suas idéias junto á comunidade ouvinte leiga.
       Cada vez mais, como direito á cidadania plena e protagonismo de sua própria história, a comunidade Surda tem discursado ao-vivo-e-a-cores, ante aos olhos daqueles que, voluntária ou involuntariamente, não teriam acesso ás suas “falas” se não fosse pela mediação de um  BOM intérprete-tradutor. Esses intérpretes tem apoiado os Surdos na sua inclusão plena e igualdade de direitos junto á sociedade majoritária.
       Toda a tecnologia e técnicas para desenvolver a oralidade dos Surdos jamais poderão substituir a necessidade e o direito que os Surdos tem de se expressar em sua própria língua materna (no caso aqui a Libras) e serem compreendidos por todos, acima te tudo, pela sociedade majoritária que não domina a Língua de Sinais.Dessa forma atuarão com uma cidadania mais participativa e igualitária, valendo-se dos seus direitos não somente de pertencer, mas de ser, de tomar decisões, autonomia, de celebração das diferenças, da valorização da diversidade humana, do aprendizado cooperativo, da equiparação de oportunidades, da solidariedade humana, da independência, do empowerment, da autodeterminação, da rejeição zero e cidadania plena com qualidade de vida.
Pensando na importância da Linguagem de Sinais na vida do Surdo, propôs-se esta Oficina  apoiar na formação e capacitação de TILS que atuam junto a este grupo com mais excelência e competência nas traduções LIBRAS/VOZ  formais e informais, nos mais diferentes settings de atuação. Como PLUS, também trabalharemos, com exclusividade, a questão da Dublagem para vídeos, TV e outros meios de comunicação social.
 
 
 
 
 
As bases teóricas e as técnicas trabalhadas nessa Oficina
 Na Oficina Intermediária, anterior a essa, já abordamos as Teorias da Tradução mais importantes, nacionais e internacionais.  Nesta Oficina LIBRAS/VOZ e DUBLAGEM, além de trabalharmos as questões da tradução formal e informal, com técnicas de colocação e impostação de voz, oratória,vozes caricatas, infantis, idosos, vozes atípicas, técnica vocal , tipos de vozes, o uso de DRIVES na voz, etc. Pesquisamos teorias nacionais e internacionais de tradução. E agora de forma inédita, também  estamos trazendo as teorias da Dublagem  para o campo das traduções em Libras. 
Para montar o material de estudos (apostila) da Oficina Intermediária anterior a esse , para montar a Oficina de Tradução LIBRAS/VOZ (verbalização)  de  forma formal e informal, que é a essência da capacitação dessa Oficina, e para montar o PLUS que é a Dublagem de Voz e seus estudiosos específicos, pesquisamos mais de 162 referências bibliográficas, entre elas: FRISHBERG, SUTTON, STUMPF,QUADROS, BERNANDINO,  STOKOE, FERREIRA BRITO, FELIPE, STEWART , AKAMATSU , BONKOSKI,CICCONE,COUTO, BOLEÉ,GILE, GÓES,PADEN & HUMPRIES, FERNANDES, CARNEIRO, DUNNING, GARDNER, LAPIERRE  &  ACOUTOURIER, FONTANA, ROSSETI,BACHMAN, MARCUSCHI,BEZERRA, CLARK , GIBBS  , SHAEFER , BRENNAN, CLARK, WILKES, GIBBS, SHAEFER, KOCH, CRONEMBERG,   CASTERLINE, ARRIENS, DERRIDA, BAKHTIN, LAKOF, MARKKANEN & SCHRÖDER,  BROWN, LEVINSON, GRICE, CAPOVILA, BARBOSA, FINAU, DOUONG, FREIRE, PAGURA, SELESCOVITCH &  LEDERER, LADMIRAL, MOUNIN, JAKOBSON, CHOMSKY, RYDNING, BOISSON, RÓNAI, HOOF, HROMOSOVÁ, RICHARDS, NIDA; KADE &  CARTELLIERI; CHERNOV; GERVER; MOSER, PANETH, TREISMAN,  OLÉRON-NANPON, COKELY, BARIK, METZGER, ABAD & KHOJ, BASTOS, MESCHONICC,  CAMPOS e HENRIQUES BRITTO, SONTAG,  CARRÉ, BIANU, HOPKINS, AUGUSTO DE CAMPOS, BEDETTI, BASTOS, VENUTTI, SCHLEIRMACHER, MUNDAY, GOODY, ROBERTS, FRIEDMAN, LIDELL ,  KLIMA & BELLUGI,  PADDEN , KEGL, DEUCHAR, PLANT-MOELLER, McINTIRE, Registry of Interpreters for the Deaf -  RID, Journal of Interpretation, WATSON, NATIONAL CENTER ON DEAFNESS, VIEWS: A Monthly Publications of the Registry of Interpreters for the Deaf (várias edições), Revista Meta,  ERTING,  JOHNSON,  SMITH,  SNIDER, BOTELHO, KARNOPP, COLECCIÓN REHABILITACIÓN, SOLOW, FARLEY,      BENNINGTON, PETROSINO, DERRIDA, BERMAN,, SOARES, SOUZA, OTTONI, BENNET, BÜHLER, HALLIDAY, BAGNO, ELIA, HYMES, DEAF MISSIONS, FERREIRA DE OLIVEIRA, ONEDA, LOPES FILHO, O ELAN como ID na LIBRAS, entre outros.
 
IMPORTANTE: já participaram mais de 15.300 alunos das Oficinas do Marco Arriens que tem mais de 33 anos de experiências na área, no Brasil e exterior.
    Duvidas e informações  : libras.goval@hotmail.com 
  
PARCERIA:
 
 
 
 
 
 
«Voltar
 
 
RUA PARANAIBA, 190 , ILHA DOS ARAUJOS - GOVERNADOR VALADARES/MG
CEP: 35020-420
 
asugov@gmail.com
(33) 3278-4518